NÃO SE SINTA SÓ

Como estamos? Muitas pessoas têm relatado o sentimento de exaustão, como se estivessem no limite de suas expectativas, dado o momento da pandemia que vivemos e sobre as possiblidades que o futuro projeta em cada um de nós.

Nossa vida mudou, também nos modificamos, muitas vivencias diferentes e inesperadas, e nossos rumos precisam ser alterados.

Distanciamo-nos, sentimos medo, solidão, solitários muitas vezes, tudo ocorre ao mesmo tempo, perdemos nossa liberdade, confiança, amores, entes queridos, amigos, trabalhos.

Perdemos nossa vontade de realizar, cansados e esgotados com tantas incertezas, dúvidas que batem na porta do nosso pensamento. Nossa energia parece que está por um fio, o cansaço e a fadiga nos atingem e muitas vezes nem entendemos o motivo. E, mesmo assim, não nos damos conta do nosso estágio mental, mesmo sem nos sentirmos deprimidos, não estamos com nossa capacidade plena, mas sim sem motivação e regredidos…

O que fazer? Muitas incertezas, a ansiedade vem ao encontro de nossos corações e nosso peito bate mais forte e ficamos sem ar, como será nosso amanhã, o próximo mês, o ano seguinte?

Nesse momento vale lembrar-se de Jesus, pois ele nunca nos deixa de apontar o caminho: “Não andeis, pois ansiosos pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã a si mesmo trará seu cuidado; ao dia bastam os seus próprios males.” (Mateus, 6:34).

Seguindo o conselho do melhor Mestre, não nos angustiemos pelo dia de amanhã, cultivando o nosso hoje, mesmo que a dificuldade venha à nossa procura, sigamos com a fé que cada dia tem seu aprendizado, e somente através deste aprendizado é que sairemos mais fortalecidos para o amanhã.

Compartilhe seus sentimentos, não fique sozinho, não se sinta só.

Quando dividimos nossos anseios, dúvidas, medos com outras pessoas abrimos também nosso campo mental aos nossos amigos espirituais. Utilize a prece, nosso recurso para falarmos com Jesus, e com nossos protetores. Procure o atendimento fraterno das casas espíritas, que também já o fazem de forma online.

Não fique indiferente às suas dores, inseguranças e medos. Eles permeiam nossos caminhos também para nosso crescimento. Faz-se necessário sermos tolerantes conosco, não arrastando o desânimo por todos os dias; substitua seus pensamentos negativos pelos bons pensamentos e comportamentos. Pode ser de forma lenta, mas deverá gerar novo ânimo e boas aspirações, cultivando desta forma uma melhor saúde mental.

“Mantém os teus pensamentos em ritmo de saúde e otimismo. A mente é dínamo poderoso.” Joanna de Angelis  

ANDREA REJANE DOS SANTOS

Facebooktwitterlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.