AS FACULDADES DA MENTE – Norberto Gaviolle

Faculdades são as aptidões inatas do Espírito.

No início estão latentes, e são desenvolvidas pelo uso, ou seja, ao vivenciar um evento o princípio espiritual vai ganhando conhecimento sobre o evento específico, e armazenando como conhecimento.

Um princípio espiritual deu origem a um princípio material, regendo-o para ser o que ele é, simples e ignorante, ou seja as partículas elementares, que não se reproduzem, mas se comunicam por processos de ondas, ou seja surge o pensamento da própria partícula que se auto identifica, esse pensamento vibra, por conseguinte se irradia sendo detectáveis.

Ao se agregar vários princípios espirituais, o sistema vai se tornando mais complexo, aí o novo conjunto recebe o nome de princípio inteligente, pois para se complexarem, tiveram que iniciar o desenvolvimento da faculdade inteligência, com isso surgem as moléculas, que se reproduzem, em determinadas circunstâncias de pressão e temperatura. Para se reproduzir, ela, através da faculdade memória passa esse conhecimento adiante, para seus descendentes. Como o processo de reprodução depende das condições do meio ambiente, os princípios inteligentes desenvolvem as faculdades percepção, sensibilidade, irritabilidade.

Nos vários reinos da natureza, mineral, fungui, vegetal, animal os princípios inteligentes vão vivenciando novas experiências e desenvolvendo as demais faculdades inerentes ao seu campo de relacionamento, até chegarem no reino hominal, onde recebem o diploma de Espíritos, com as 36 faculdades em condições de uso.

Assim sendo o espírito é representado pelas suas ações mentais ou seja, a análise do evento pelas suas faculdades, e a emissão do seu pensamento, como ato conclusivo dessa análise.

Mente é a totalidade das faculdades do Espírito

No gráfico abaixo está representada a ação da mente ao receber ou emitir um pensamento.

Imagine que o Espírito receptor receba uma onda pensamento. Essa onda entrante pode vir com uma Frequencia Superior – FS, ou Frequencia Inferior – FI e precisa ser ajustada para a Frequência de Trabalho – FT da mente, para ser processada.  Desta forma, ela entra na FRF – Faixa de Recepção de Frequencia  podendo ser ampliada ou reduzida, passando pelos Amplificadores de Frequencia – AF  ou Redutores de Frequencia- RF. O pensamento entrante, depois de processado por todas as faculdades, pode ser emitido ou não, como uma nova onda pensamento. Para ser emitido ele passa pela FEF – Faixa de Emissâo de Frequencia, onde é ajustado, da mesma forma acima descrito, para ser emitido como uma nova onda pensamento.

Facebooktwitterlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.