Resoluções de Ano Novo

Não é um artigo igual ao primeiro. O Amilton “pega um pouco mais pesado” e te estimula a ir um pouco mais rápido e além nesse recomeço de ano.

 

– PARAR DE SE CULPAR:

Não somos perfeitos, nunca seremos neste planeta, aqui estamos porque precisamos nos ajustar, aprender, e aprendizado requer tentativa e erro, e recomeçar. Troque culpa por responsabilidade, aprenda com seus erros, eles ocorrem para lhe dar a oportunidade de aprender.

– PARAR DE FUGIR DOS PROBLEMAS:

Eles não se resolvem sozinhos, eles só se acumulam e, como filhos pequenos, se deixados sozinhos e abandonados, tendem a piorar. Problemas são obstáculos, colocados em nossa rota para que possamos aprender com eles, para treinar nossa inteligência, resolução, resistência, criatividade, enfim para nos fazer seres melhores.

São como pedras em nosso caminho, eles sempre vão aparecer, o que fazer com essas pedras é nossa escolha, podemos usar como assento para meditar, podemos usar como matéria prima para fazer uma escultura, podemos usar como arma para arremessar nos outros, podemos usar como suporte para enxergarmos mais longe, mas será sempre a mesma pedra o que muda é a sua atitude, VOCÊ É QUE FAZ

– A DIFERENÇA.

Não viemos a este mundo prontos, viemos para aprender, para nos melhorar, para nos aperfeiçoar, e os problemas são as provas que temos que passar para exercitar este aprendizado. Como lidamos com eles, como os resolvemos (ou não), é o que nos transforma nas pessoas que somos e que seremos.

SER HONESTO CONSIGO MESMO:

Meu avô já vivia repetindo “Por mais longe que se vá, por mais fundo que se esconda, tu nunca vai conseguir fugir de ti mesmo”. Podemos colocar uma máscara para mostrar ao mundo, podemos fingir para as pessoas, podemos esconder nossos defeitos, nossas mazelas, nossas pequenas vilanias pessoais dos outros, mas nunca escondemos de nós mesmos, nossa consciência foi colocada ali para ser a nossa guia.

Encarar a nós mesmos de forma honesta, é ter contato direto com nossas qualidades, que nos encantam, e com nossas mazelas, nossos defeitos, que nos envergonham, mas é o primeiro passo para identificarmos onde e como podemos melhorar.

A tarefa não é fácil, é sofrida, é dura, dá medo e muitas vezes até pânico, mas vale a pena.

SER INDULGENTE PARA COM OS OUTROS:

Lembre-se, estamos todos no mesmo caminho, todos tentamos ser felizes e nos tornar pessoas melhores. Aquela pessoa que você acha que está lhe atrapalhando, está apenas tentando fazer o seu próprio caminho, e assim como nós, vai acertar e vai errar, está apenas tentando ser feliz, como eu e como você.

Quantas vezes não fomos nós que atrapalhamos, involuntariamente até, o caminho de outros, e nem nos demos conta disso?

Tente se colocar no lugar do outro, tente compreende-lo, quando conseguir isso algo mágico irá ocorrer, seu coração será atingido por uma energia mágica, e você enfim irá ter a compreensão e a empatia pelo outro, e vai compreender o verdadeiro sentido de estarmos encarnados e convivendo uns com os outros, irá compreender o verdadeiro sentido disto tudo, que é o amor.

Exercite a compaixão e alimente a sua alma com energia positiva e com amor, e tudo ao seu redor irá refletir essa energia, estamos todos conectados, e o bem que fazemos aos outros é também a nós que fazemos.

PARA DE DEIXAR PARA FAZER AS COISAS QUANDO ESTIVER “PRONTO”:

Acredite, nenhum de nós está pronto, todos estamos caminhando nossa longa jornada evolutiva.

Você deve conhecer gente que diz que gostaria de ser algo ou fazer alguma coisa, mas ainda não se sente pronto, que admira quem faz, e que acha que essas pessoas “já chegaram lá”.

Quantas vezes você assistiu uma palestra, ou participou de um evento, ou simplesmente foi tomar um passe, e pensou “Ah! Como eu queria estar pronto para isso e fazer isso também”? Acredite, nenhum de nós está pronto, pois este é o caráter do desafio, a tarefa aparece quando você ainda não está pronto, pois ela é uma oportunidade de aprendizado e evolução, a tarefa nos força a ir além de nossos limites, da nossa capacidade. Para cumpri-la precisamos nos esforçar mais, precisamos nos desenvolver mais, precisamos dar um passo mais largo, e com isso evoluímos, aprendemos, avançamos.

Sejamos mais humanos, mais tolerantes conosco e com os outros, mais indulgentes, mais confiantes, sejamos gratos pelos desafios que nos proporcionam o aprendizado e o nosso aperfeiçoamento. Que possamos a cada novo dia, nos maravilhar com a beleza da nossa jornada.

Estamos aqui para realizar o Divino em nós. Toda inércia é um desserviço à obra divina. Há um mundo a ser transformado, nosso propósito é contribuir para deixá-lo melhor do que o encontramos. Recursos para isso nós todos temos, que possamos nos empenhar na vontade de servir a Deus servindo aos homens.

Amilton Maciel

 

 

 

 

Amilton Maciel

Facebooktwitterlinkedinmail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.