ESCONDERIJO

Assim como as parábolas de Jesus, as lendas também nos levam a reflexões muito valiosas como esta que Norminha nos conta.

Há uma lenda Indiana, atribuída a vários autores, que nos traz uma bela reflexão:

Segundo a lenda, houve um tempo em que os homens eram deuses, mas abusaram tanto das divindades superiores que Brahma (não é a cerveja), o mestre de todos, decidiu retirar o poder divino dos homens. Ao fazer isto, resolveu escondê-los em um lugar impossível de reencontrá-los.

O desafio era encontrar um esconderijo seguro.

Brahma, então, convocou um conselho, para juntos, resolverem o problema.

A primeira ideia foi esconder a divindade humana embaixo da terra, mas o conselho vetou: os homens cavariam e encontrariam o poder divino.

A segunda opção foi jogá-lo no fundo do oceano, mas logo percebeu-se que os homens eram destemidos, poderiam explorar as profundezas do mar e lograriam recuperá-lo.

Não estavam conseguindo encontrar a solução, ou seja, um lugar adequado.

Foi então que o mestre encontrou a solução e disse: “- Vamos escondê-lo nas profundezas do próprio homem, pois este é o único lugar onde ele jamais pensará em procurá-lo.”

Isto foi o que fizeram.

Desde então, o único caminho que tornaria o homem capaz de reencontrar a sua divindade é o do autoconhecimento. Para isto, teria que driblar a ilusão, o egoísmo e apreender a controlar a sua mente e os sentidos.

É incrível perceber que o homem explora, escava, mergulha e vive em busca de algo que não sabe bem o que é, mas que pode encontrar em si mesmo.

Vemos que Brahma tinha razão, pois nem mesmo com os conselhos de Sócrates, ao recomendar “conhece a ti mesmo”, os homens buscaram os tesouros divinos escondidos dentro de si.

Lembramos, ainda, do exemplo de Santo Agostinho que todas as noites, antes de dormir, fazia uma introspecção acerca do que houvera feito durante o dia, para se certificar de que não havia agido mal perante pessoa alguma.

Não nos custa nada reservarmos alguns minutos do nosso dia para buscarmos essa força interior que nos habita e percebermos que somos filhos de Deus. As respostas que buscamos no mundo não estão no outro, nem em mundos diversos, mas escondidas dentro de nós mesmos.

Norma Cordeiro

Facebooktwitterlinkedinmail

2 thoughts on “ESCONDERIJO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.